Make your own free website on Tripod.com

Home

 

Histórico
Especificações
Performance
A Decisão
Importação e Custos
Visita à M.A.
Fotos da construção
Perguntas Freqüentes
Lições e Dicas
Galeria XYS
Belos Mustangs
Links
Perfil
Bibliografia

Mustang II Experimental

 

Primeiro vôo em 1º de junho de 2003 !

Fotos em vôo e comemoração

Atualizado em 30/11/2003

Últimas: "Domingo Aéreo" AFA 2003

Vídeos: Primeiro Pouso (Câmera on board) 6,1 MB

            Decolagem (vista de fora) 7,8 MB 

 

English version

 

           INTRODUÇÃO

            Esta página trata de um projeto.  Trata-se  da construção de um avião experimental, feita de forma artesanal e meticulosa, nos arredores da Capital Federal. O que moveu a mim e a meu pai Eduardo, ambos engenheiros civis, a enfrentar este desafio, foi a visão futurística a respeito da aviação pequena, chamada de Aviação Geral. Uma  aviação que seja de baixo custo e acessível à mais pessoas que desejam ter seu próprio avião. Um avião que permita longas viagens em curto espaço de tempo, e que também propicie altas doses de adrenalina em acrobacias.  As pessoas envolvidas neste processo jamais enfrentaram tamanha ousadia, pois não pertecem à área da Engenharia Aeronáutica. Um avião experimental pode ser legalmente construído por um cidadão qualquer (construtor amador), e em nosso caso, envolve 3 distintos personagens. Foram necessárias centenas de horas na análise do avião a ser construído, nas inúmeras plantas construtivas e manuais, em artigos e pesquisas publicadas, em fotos de outros construtores, em sites e listas de discussões da internet. Outro grande projeto é o de um dia pousar esse avião, seja lá qual for a data, no Wittman Field, aeroporto da cidade de Oshkosh, Wisconsin, Estados Unidos. Neste aeroporto é sediado o maior evento de aviação do mundo, contando com milhares de expositores, um milhão e meio de visitantes, cerca de 15.000 aviões provenientes de todos os cantos do planeta, sejam eles aviões comerciais, experimentais , particulares ou de guerra.

 

Mustang II

            E o avião escolhido se chama Mustang II. O Mustang II é uma aeronave experimental de alta performance, vendida em plantas ou em kits, totalmente metálica, asa baixa, com dois assentos lado a lado, trem de pouso fixo convencional, para ambas categorias esportivas (acrobática) e vôos de navegação (“Cross Country”). Seu design, americano, é baseado no famoso monoplace de corrida Midget Mustang, uma das grandes sensações do final da década de 40 e início dos anos 50. Seu aerofólio de fluxo laminar NACA 64a212 lhe permite atingir velocidades de até 200 kt em vôo de altitude, vôo invertido e sua asa com torção (“Washout”) de +2,5º lhe dão boas características nos estóis. A capacidade combustível consiste em um total de 61 galões (231 litros), sendo um tanque de 18,5 galões em cada asa (75 litros) e um tanque dianteiro de 25 galões (94,5 litros), numa configuração que permitirá vôos de até 7 horas de duração. A aeronave é “full” acrobática, com fator de carga máxima de serviço em +/- 6 g’s e fator de carga última de +/- 9 g’s. Os poucos registros de acidentes da FAA comprovam que o projeto é seguro, sendo que possui mais de 100.000 horas voadas.

 

Prefixo: PP-XYS 

Número de Série: M II 2035         

Local da Construção: Aeródromo de Luziânia (SWUZ), GO a 60km de Brasília

Tempo de Construção estimado pelo fabricante: 1300 horas

Tempo de Construção atual: > 4500 hs

Início da Construção: Maio/2001

Término da Construção e primeiros vôos de teste : 1° de junho/2003

 

 

 

Primeiro Vôo

Velocidade de cruzeiro 23" @ 2400 rpm = 203 mph

Tempo total de vôo: 17,9 horas e 43 pousos

 

 

 Hit Counter

Acessos desde 22/08/2002

 

Dúvidas?Sugestões? Contate

Fabiano Almeida em  faroeira@uol.com.br

 

Palavras que muito me emocionaram:

"Bom dia, Fabiano Almeida:

     Eu apreciei muito a leitura sobre você e seu pai Eduardo, e a sua alegria em construir o Mustang II. Felicitações pelo trabalho muito bem feito. Meu pai, David E. Long projetou em 1947 o primeiro Midget Mustang para ser um avião de alto desempenho e divertido de se voar. Eu tenho certeza de que ele está muito contente em saber o quanto vocês apreciaram construir e voar o seu avião. Certamente ele está sorrindo lá em cima no céu. Aprecie.

 Bob Long, 19/11/2002"

 

"O que o meu Mustang II significa pra mim" (por Kirk Harrell)


    No fim de um dia ou após uma dura e longa semana, me dirijo a um pequeno e discreto hangar. Aquele pequeno hangar se parece com os outros 30 hangares, todos alinhados em um gramado bem aparado e com vários pardais. Dentro deste hangar existe uma carapaça metálica que eu rebitei com as minhas próprias mãos. É como se um alfaiate a tivesse feito para servir perfeitamente em mim. Quando eu entro dentro desta redoma, eu me desligo de minha vida, e  por algum tempo vou desafiar a gravidade. Meus espíritos se levitam enquanto as preocupações do mundo são deixadas em terra; percebo como são realmente pequenos os meus problemas, enquanto eu vejo minúsculos carros trafegando por também minúsculas estradas, vejo um pôr do sol tardio que ninguém tem o privilégio de ver, um nascer do sol antes que qualquer pessoa possa apreciar, e também um rio dourado brilhando que se curva além da distância. Após algum tempo eu volto e desembarco deste meu terno de metal, e transformo-me novamente em um pedestre normal, mas quando eu retorno aos meus problemas, que de algum modo já não são mais tão pesados, meu carro encontra seu caminho de volta enquanto eu sonho na próxima vez em poder desafiar a gravidade e me embrenhar nos prazeres que muitos jamais sentirão.

Isto é o que meu Mustang II significa pra mim"